FUNDOS OPORTUNISTAS

Nossos fundos oportunistas buscam criar valor por meio da aquisição, desenvolvimento e reforma de empreendimentos corporativos de alta qualidade, empreendimentos residenciais para venda e empreendimentos de uso misto em lotes de terrenos não desenvolvidos.

  • Tishman Speyer Brazil Fund

    O Tishman Speyer Brazil Fund (Brasil Fundo I) foi fechado em 2007 com R$1,2 bilhões em investimento de capital. O Fundo Brasil I adotou uma estratégia de desenvolvimento e reforma de edifícios corporativos de alta qualidade, residenciais para venda e empreendimentos de uso misto para empresas multinacionais, empresas nacionais de alta qualidade e da população brasileira cada vez mais próspera. O fundo adquiriu nove empreendimentos em mercados alvo, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

  • Tishman Speyer Brazil Fund II

    O Tishman Speyer Brazil Fund (Brasil Fundo II) foi fechado em 2008 com R$197 milhões em investimento de capital. O Fundo Brasil II adotou uma estratégia de desenvolvimento e reforma de edifícios corporativos de alta qualidade e de empreendimentos industriais e residenciais para venda. O fundo adquiriu três empreendimentos em mercados alvo, como São Paulo, Rio de Janeiro e Sorocaba.

  • Tishman Speyer Brazil Fund III

    O Tishman Speyer Brazil Fund III (Brasil Fundo III) foi fechado em 2012 com R$756 milhões em investimento de capital. O Fundo Brasil III adotou uma estratégia de desenvolvimento e reforma de edifícios corporativos de qualidade internacional, empreendimentos industriais e residenciais para venda. O fundo adquiriu cinco empreendimentos em mercados alvo, como Porto Maravilha no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

  • Tishman Speyer China Fund

    O Tishman Speyer China Fund (China Fund) foi fechado em 2008 com $884 milhões em investimento de capital. O China Fund adquiriu, desenvolveu e administrou empreendimentos imobiliários em importantes centros urbanos de grande crescimento para tirar proveito do forte crescimento econômico, da classe média cada vez mais próspera e da urbanização maciça. O fundo adquiriu cinco empreendimentos em mercados alvo como Xangai, Tianjin e Chengdu.

  • Tishman Speyer India Fund

    O Tishman Speyer India Fund (Fundo Índia) foi fechado em 2007 com INR$15,7 bilhões em investimento de capital. O India Fund I adotou uma estratégia de aquisição, desenvolvimento e reforma de edifícios corporativos de alta qualidade, empreendimentos residenciais e de uso misto para venda na Índia, com enfoque na alta demanda de empresas multinacionais, de tenologia e de terceirização de processos de outras empresas. O fundo adquiriu cinco empreendimentos em mercados alvo como Gurgaon, Chennai e Hyderabad.